Zona da Mata Leste Sofre com as chuvas do Início de 2012.

2012 não tem sido fácil para os moradores da Zona da Mata Leste de Minas Gerais. Várias cidades vêm sofrendo cheias constantes e outros tran...

2012 não tem sido fácil para os moradores da Zona da Mata Leste de Minas Gerais. Várias cidades vêm sofrendo cheias constantes e outros transtornos causados pelas fortes chuvas. Muriaé, Dona Euzébia, Guidoval, Além Paraíba, Cataguases, Astolfo Dutra... Foram atingidas no início de  janeiro, enquanto Pirapetinga, Caiapó, Estrela Dalva, Recreio,... estão penando agora, no final do mês. Porém, não são apenas as cidades mineiras. As cidades fluminenses que fazem divisa com nosso estado, também passaram ou estão em situação delicada. Sapucaia, Itaperuna, Santo Antônio de Pádua, são exemplos de municípios atingidos pelas chuvas.

Confira algumas fotos das cidades Atingidas:
Jamapará - Sapucaia
Santo Antônio de Pádua
Caiapó
Dona Euzébia
Muriaé

Guidoval
Cataguases
Além Paraíba
Pirapetinga



MG: chuva volta a alagar cidades; nº em emergência chega a 217

De acordo com boletim divulgado nesta quarta-feira pela Coordenadoria de Defesa Civil (Cedec) de Minas Gerais, chegou a 217 o número de municípios em estado de emergência em consequência da chuva. O fenômeno voltou a ocorrer nos últimos dias e uma das cidades afetadas foi Pirapetinga, na zona da mata do Estado, onde ruas foram foi inundadas pela cheia do rio Pirapetinga na segunda-feira.
De acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil, houve deslizamento de encostas e praticamente toda a cidade ainda estava debaixo d´água hoje.Segundo o Corpo de Bombeiros, mais de 2 mil pessoas estão desalojadas e pelo menos 200 desabrigadas. Elas foram levadas para abrigos e casas de familiares. Uma força-tarefa composta por técnicos da Cedec e militares do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar está na cidade para ajudar no socorro às vítimas.
Na terça-feira também foi registrada uma inundação na cidade de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo os Bombeiros, duas lagoas transbordaram com o grande volume de água, provocando alagamentos no bairro Várzea Bonita. Um helicóptero da corporação foi utilizado para resgatar pessoas ilhadas.
De acordo com a Cedec, em todo o Estado de Minas Gerais, mais de 3,5 milhões de pessoas foram afetadas. Destas, 110 mil ficaram desalojadas ou desabrigadas. Houve a queda de 776 pontes e outras 519 ficaram parcialmente destruídas. A Defesa Civil registrou ainda que 27 mil casas foram danificadas ou desabaram. Dezoito pessoas morreram e uma está desaparecida. (Por NEY RUBENS)

Leia também

0 Pessoas Comentaram!

#BlogPaisagemDeJanela